ESTAMOS EMPENHADOS EM PROTEGER OS SEUS DADOS

Política de Proteção de Dados

Assim, protege os seus dados e informações pessoais, respeitando o Regulamento (EU) 2016/679 do Parlamento Europeu e do Conselho, de 27 de abril de 2016, “relativo à proteção das pessoas singulares no que diz respeito ao tratamento de dados pessoais e à livre circulação desses dados e que revoga a Diretiva 95/46/CE (Regulamento Geral sobre a Proteção de Dados)”.

 

Que informações são recolhidas?

A Associação Filhos do Coração é a entidade responsável por assegurar a proteção, confidencialidade e integridade das informações pessoais recolhidas que são objeto de tratamento, segundo as finalidades para as quais lhe são cedidas, de acordo com o regime legal da proteção de dados pessoais em vigor. As informações não serão reutilizadas para nenhum outro fim para além do consentido.

Através do presente website serão recolhidas e tratadas as informações apresentadas nos vários formulários, desde que o consentimento seja autorizado de forma explícita e informada por parte dos utilizadores.

Relativamente aos processos de pagamentos online por cartão de crédito apresentados no website, a Associação Filhos do Coração não regista nos seus sistemas quaisquer dados identificativos do cartão ou senhas de acesso, por forma a garantir a segurança dos pagamentos.

Para o cumprimento da sua missão, as informações recolhidas são utilizadas para facilitar os processos e as actividades que desenvolve:

  • Gestão dos processos das crianças apoiadas;
  • Gestão de candidaturas e projetos;
  • Gestão de parcerias;
  • Gestão dos processos de doação;
  • Comunicação com doadores e possíveis doadores;
  • Divulgação das campanhas e eventos;
  • Gestão do recrutamento para vagas profissionais;
  • Gestão do voluntariado;
  • Gestão de contratos;
  • Processo de venda na loja online;
  • Fins históricos e estatísticos;
  • Cumprimento de obrigações legais e defesa dos direitos da Associação.

 

O consentimento será requerido, ao titular de dados pessoais, sempre e quando necessário e/ou legalmente exigível, e deverá abranger todas as atividades de tratamento realizadas com a mesma finalidade/objeto a que se destina. Será assim pedido o seu consentimento expresso, livre, específico, informado, explícito e inequívoco, para proceder à recolha e ao tratamento dos respetivos dados.

 

A quem são divulgados os seus dados?

A Associação Filhos do Coração apenas divulgará informações a terceiros se tal for necessário à realização dos objetivos acima identificados. Assim poderá subcontratar terceiras entidades para proceder ao tratamento de dados pessoais por sua conta, e partilhar dados pessoais com autoridades de natureza pública responsáveis por atribuições de controlo e auditoria, parceiros de atividades, projetos ou serviços, assegurando o cumprimento de deveres legais, regulamentares, pré-contratuais ou contratuais.

A Associação Filhos do Coração não divulga dados pessoais para fins comerciais.

 

Como pode aceder aos dados que lhe dizem respeito, verificar se estão corretos e, se necessário, retificá-los ou apagá-los?

A Associação Filhos do Coração assegura a garantia de todos os direitos dos titulares de dados contemplados no regulamento em vigor. Para poder solicitar informação, aceder, rectificar, limitar ou apagar as suas informações pessoais, será necessário entrar em contacto com a Associação Filhos do Coração através dos seguintes contactos: por email geral@filhosdocoracao.com ou por correio para Rua Almeida Brandão 3 1º Dto, 1200-602 Lisboa.

Os seus pedidos serão tratados com todo o respeito e cuidado, assegurando a garantia dos seus direitos. Em certos casos (por exemplo, devido a requisitos legais) o seu pedido poderá não ser imediatamente satisfeito, sendo informado das medidas tomadas nesse sentido, no prazo máximo de um mês a partir do momento em que o pedido for efetuado.

Poderá ser-lhe pedido que faça prova da sua identidade de modo a validar que a partilha dos dados pessoais é apenas feita com o seu titular.

O titular dos dados tem também o direito de se opor ao tratamento dos seus dados pessoais, por motivos legítimos, exceto quando tenham sido recolhidos a fim de cumprir uma obrigação legal, quando sejam necessários para a execução de um contrato no qual esse titular é parte signatária ou quando devam ser utilizados para uma finalidade para a qual tenha dado o seu consentimento inequívoco.

Tem ainda o direito de apresentar uma reclamação à Comissão Nacional de Proteção de Dados – https://www.cnpd.pt

 

Durante quanto tempo são conservados os dados que lhe dizem respeito?

Os dados pessoais são mantidos até se esgotar o fim a que se destinam, sendo eliminados 10 anos a contar da última interação com a Associação. Poderão existir disposições legais que obriguem a manter os dados pessoais por um período de tempo mínimo superior.

 

Outras informações

A revisão desta política poderá ocorrer sempre que necessário, nomeadamente para respeitar eventuais alterações legislativas ou recomendações da Comissão Nacional de Proteção de Dados.

Data da última atualização: Maio 2018

Subscreva a nossa newsletter

Logo Header Menu